Sábado, 22 de Agosto de 2009

MANIPULAÇÃO

       Detesto que discutam as minhas ideias, mas adoro discutir as ideias dos outros. Não é por nada, mas apenas porque estrategicamente aconselhável. Impondo as nossas ideias como verdades absolutas, resta mais espaço para partilhar as dos outros, dando-lhes alguns retoques da nossa larva, até as transformar no que realmente pensamos. Aumentamos, assim, o nosso património ideológico, propagando-o ao mesmo tempo. Claro que nem sempre é fácil convencer os outros e muito menos levá-los a aceitar as nossas ideias. O fundamental é fazê-los pensar que as ideias que lhes incutimos são criação própria, fruto de mentes privilegiadas.

     Não se combatem as ideias com que não concordamos. Aceitam-se sem discussão. Dando razão ao interlocutor, minamos, aos poucos, o raciocínio. As incertezas surgem e ele próprio, sem se aperceber, tenta reafirmar a sua tese, buscando outros caminhos. Acaba por reformulá-la, triunfante com as novas conclusões, sem refutação possível. Só que a ideia acabada está longe da inicial. Agora é a nossa, sugerida na concordância discordante deste processo dinâmico de comunicação enviesada. E os mais teimosos e convencidos acabam por ser as presas mais fáceis.

     É a teoria da manipulação. Usa-se na política, no marketing, na vida quotidiana. A sentimental é, por vezes, violenta. Leva a pender apenas para um dos lados, com uma ou outra concessão, anulando o previsível argumento-queixa: “Acabo sempre por fazer o que tu queres!”. Um deles tem uma personalidade forte, diz-se. O que equivale a não aceitar como viável uma relação de personalidades dominantes. Não é verdadeira a afirmação, tal como não é possível a submissão total. O facto de serem observáveis estes tipos de relação, não leva a aceitá-los como regra.

     O manipulador, nalguns casos, nem sabe que o é. Tece a argumentação inconscientemente, mantendo no centro da questão que aceita (ou deve aceitar) a ideia do outro, até porque é razoável, lógica ou exprime um desejo legítimo e realizável. Mas, porque não lhe convém ou, simplesmente, não lhe apetece, sem destruir as razões, substitui a vontade alheia por sucedâneos, com direito a escolha, fazendo assim crer que a decisão tomada foi livre e espontânea, de entre um leque de opções, atenciosamente apenas sugeridas.

     Manipular é quase uma arte. Desde a pura vigarice até ao encantamento pessoal. Exige uma boa dose de imaginação e, sobretudo, de autocontrolo. O melhor manipulador é o que se convence de que os resultados a obter não são em razão da sua própria vontade, mas em função do que julga melhor para a outra parte. É uma espécie de paternalismo, que ainda apresenta duas vantagens: o manipulador fica bem consigo mesmo e o manipulado grato pelo cuidado.

     É por isso que não gosto que discutam as minhas ideias. Assim, vou sentido que, boas ou más, sempre são minhas. Por enquanto...

 

Ludovico

in http://www.avelinorosa.com/

 

publicado por Manuel M. Oliveira às 19:49
link do post | comentar | favorito
zeca.jpg




# # online #

dois_dedos@hotmail.com

Blog anterior
2 Dedos (1)


Tempo em Gondomar

»Junho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

»Agenda


»Frase


"A vida é uma pedra de amolar: ela vos desgasta ou afia, conforme o metal de que sois feitos."

Bernard Shaw

»Música




"Vamos fazer o que ainda não foi feito"
PEDRO ABRUNHOSA

»Posts recentes

» Nós também somos da esque...

» Construir o Futuro.

» Defender Portugal

» DIA 05.JUNHO, VOTA PS!

» JOSÉ SÓCRATES EM ARRUADA ...

» ...

» ...

» ...

» ...

» ...

» ...

» ...

»Arquivos

» Junho 2011

» Maio 2011

» Abril 2011

» Março 2011

» Fevereiro 2011

» Janeiro 2011

» Dezembro 2010

» Novembro 2010

» Outubro 2010

» Setembro 2010

» Agosto 2010

» Julho 2010

» Junho 2010

» Maio 2010

» Abril 2010

» Março 2010

» Fevereiro 2010

» Janeiro 2010

» Dezembro 2009

» Novembro 2009

» Outubro 2009

» Setembro 2009

» Agosto 2009

» Julho 2009

» Junho 2009

» Maio 2009

» Abril 2009

» Fevereiro 2009

» Janeiro 2009

» Dezembro 2008

» Novembro 2008

» Outubro 2008

» Setembro 2008

» Agosto 2008

» Julho 2008

» Junho 2008

» Maio 2008

» Abril 2008

» Março 2008

» Fevereiro 2008

» Janeiro 2008

»Dedilhamos

»Pesquisar no blog

 
Força

Portugal! Portugal!
bandportugal.gif
Portugal! Portugal!
povo.jpg

»Projecto Esperança